Criando um banco de dados e tabelas

26 Comente abaixo Nícolas Müller (@nicolas_muller)

Veremos nesta matéria como criar um banco de dados do tipo MySQL. Também a criação de um usuário, a indexação de um usuário ao banco de dados, criação de tabelas, e índices das tabelas.

Olá pessoal.

Veremos neste artigo como criar um banco de dados MySQL e também como criar tabelas e  indices de tabelas.

Bom a criação do banco de dados é relativamente fácil basta adicionar o código abaixo:


CREATE DATABASE `teste`;


Onde teste é o nome de nosso banco de dados. Assim se cria uma nova base de dados no banco. Em alguns servidores você não terá a possibilidade de criar novos banco de dados pelo privilégio de administrador que você não deve ter. Portanto nestes servidores você deve ter um administrador de sua hospedagem que faz todo o trabalho.

Bom com nosso banco criado, você pode adicionar usuários a ele.

Criando um novo usuário:
Para criar um usuário digite o código abaixo:


CREATE USER username [IDENTIFIED BY [PASSWORD] '123456' ]


Onde: username = nome do usuário e '123456' é a senha deste usuário no servidor MySQL.

Adicionando um usuário a um banco de dados:
Você deve adicionar o usuário criado ao banco de dados criado para que este tenha privilégios de acesso, para indexar este usuário ao banco digite o código abaixo:

Confira nosso curso: Curso Criando sistemas com Dreamweaver CS6, PHP e Mysql


GRANT ALL PRIVILEGES ON teste.* TO 'username'@'localhost' IDENTIFIED BY '123456' WITH GRANT OPTION;


Onde:

  • teste = nome do banco de dados acima criado;
  • username = nome do usuário acima criado;
  • 123456 = senha do usuário que criamos;


Bom pessoal com isto feito estamos com um bom caminho andado. Até agora você criou uma base de dados, criou um usuário e anexou este usuário a base de dados. Agora vamos criar uma nova tabela a este banco de dados.

Criando uma tabela simples:


CREATE TABLE `teste`.`tabela1` (

  `tabela1_id` int(11) NULL auto_increment,
  `campo1` text NULL,
  PRIMARY KEY (`tabela1_id`)
) ENGINE=MyISAM;


Com este código, criamos a tabela1 dentro do banco teste que criamos acima.

  • A tabela possui um campo do tipo inteiro (int) que pode ser nulo e tem a propriedade de se auto incrementar quando um novo registro é incluído. 
  • Possuí ainda um campo1 do tipo texto que pode ser nulo. 
  • A chave primaria (PRIMARY KEY) é o campo tabela1_id. 
  • A tabela é do tipo MyISAM.


DICA: Para padronizar suas bases e tabelas, eu indico sempre utilizar no nome dos campos e tabelas as seguintes informações:

  • letras minúsculas;
  • separação de palavras com underline (_);
  • nome de campos e tabelas sempre no singular;

Com esta formatação você sempre manterá seus bancos em um padrão.

Criando uma tabela com índices:


CREATE TABLE `teste`.`tabela2` (

  `tabela2_id` int(11) NULL auto_increment,
  `nome` varchar(200) NULL DEFAULT '',
  `ativo` tinyint(1) NULL DEFAULT 0,
  PRIMARY KEY (`tabela2_id`),
  INDEX `idx_0` (`ativo`)
) ENGINE=MyISAM;


Criamos uma tabela2 agora com um índice, chamado idx_0, explicação:

  • A tabela possui um campo do tipo inteiro (int) que pode ser nulo e tem a propriedade de se auto incrementar quando um novo registro é incluído. 
  • Possuí ainda um nome do tipo varchar (caracteres variáveis) de tamanho máximo (200 caracteres) que pode ser nulo. 
  • Campo do tipo tinyint utilizado para verificar se um registro está ativo ou não. Utilizei tinyint de tamanho 1 para ficar mais rápido, este tinyint é o menor tipo de números inteiros. Tente sempre utilizar neste tipo de verificação, este campo do tipo tinyint, ajuda muito em termos de performace.
  • A chave primaria (PRIMARY KEY) é o campo tabela2_id. 
  • Um índice chamado idx_0 que é o campo ativo. Este índice ajuda na performace, tornando as buscas mais rápidas. Este ativo estará na cláusula WHERE de um SELECT que fizermos, assim tornando mais rápidas as nossas buscas.
  • A tabela é do tipo MyISAM.


Bom pessoal, ficamos por aqui, a próxima matéria sobre MySQL falarei sobre a criação de tabelas do tipo innoDB para criação de chaves estarngeiras.

Qualquer dúvida, sugestão de matéria comente abaixo, abraço a todos. Existem alguns programas que fazem todo este trabalho acima, eu uso constantemente o MySQL Front.

Recomendamos para você
 

Compartilhe com seus amigos:
Mais de MySQL
  • MySQL - Diferença entre InnoDB e MyISAM
    MySQL - Diferença entre InnoDB e MyISAM
  • MySQL: Como converter InnoDB para MyISAM
    MySQL: Como converter InnoDB para MyISAM
  • Como converter MySQL para Sphinx
    Como converter MySQL para Sphinx
  • Limitações MySQL Parte 4: Um thread por conexão
    Limitações MySQL Parte 4: Um thread por conexão
  • Limitações MySQL Parte 3: Subconsultas
    Limitações MySQL Parte 3: Subconsultas
Compartilhe com seus amigos:
últimos reviews
  • 8,4
    Review Samsung Galaxy K Zoom
    Nessas 2 últimas semanas passou por nossas mãos o potente Galaxy K Zoom, veja o que achamos dele.
  • 8,6
    Review Moto X - Segunda geração
    O aparelho da Motorola é a prova “viva” que o que está ótimo pode melhorar ainda mais.
  • 8,1
    Review Zenfone 5
    Tela de 5 polegadas, câmera de foto e vídeo superiores aos concorrentes, boa usabilidade e preço baixo. A Asus acertou n...

TOPO