CADASTRE-SE


Framework, o que é e para que serve?

Framework é uma abstração que une códigos comuns entre vários projetos de software provendo uma funcionalidade genérica. Um framework pode atingir uma funcionalidade específica, por configuração, durante a programação de uma aplicação.

Nícolas Müller (@nicolas_muller)
Segundo a Wikipédia, um framework é uma abstração que une códigos comuns entre vários projetos de software provendo uma funcionalidade genérica. Um framework pode atingir uma funcionalidade específica, por configuração, durante a programação de uma aplicação. Ao contrário das bibliotecas, é o framework quem dita o fluxo de controle da aplicação, chamado de Inversão de Controle.

Para que serve um framework?


A utilização de um framework por um desenvolvedor torna-se útil no momento em que você constrói ou utiliza certo componente em mais de uma vez. A reutilização de códigos que o framework proporciona é fantástica. Um ótimo conselho que indico para todos que lêem meus artigos ou trabalham comigo, é sempre construir os códigos o mais genérico possível, mesmo que isto custe algum tempo a mais, mas quando você for precisar novamente desta ferramenta criada, terá em suas mãos e poderá reutilizar o código já anteriormente desenvolvido. Quanto mais reutilização de códigos utilizar, mais produtividade você ganha.



Um ótimo exemplo é um formulário de login, muitos sites utilizam, por que você não cria um formulário genérico e reutiliza da mesma forma para os sites que for desenvolver, afinal login aqui e em qualquer lugar do mundo será o mesmo. Como acima citei, faça um formulário genérico, use todas as possibilidades que um formulário de login possui, como por exemplo:
  • o próprio login.
  • o lembrete de senha.
  • e o cadastro da pessoa.

Com isto será possível você abranger cerca de 98% dos forms que for criar. O que você não precisar em um projeto, descarte, mas tente sempre ter o máximo de funcionalidade que o sistema for prover, assim você consegue manter um repositório de funções rico.

Construir um framework, ou utilizar algum que existe na internet?


Esta é uma pergunta que muitos me fazem. Pessoalmente falando prefiro eu mesmo criar meus códigos, já lhe explico o porquê.  Os frameworks da internet são ricos, e possuem muitas funcionalidades que podemos utilizar em nossos projetos. Existem frameworks para todas as linguagens, por exemplo para Ruby existe o Rails, para PHP existe o CakePHP, Zend Framework, para Java existem frameworks específicos para cada tipo de aplicação, em Java script existe um muito bom chamado Prototype.

Como lhe dizia, não utilizo frameworks pelo fato que se você precisar alterar alguma coisa de um deles é necessário ter completa interação do projeto. O único destes acima que utilizo é o prototype de Java script, muito bom e aconselho a utilizar, a principal funcionalidade que uso é a de instanciar um objeto:

$(‘iddoobjeto’) ao invés de usar document.getElementById(‘iddoobjeto’);


Eu montei um repositório de funções vasto, desde tratamento de strings até funções de banco de dados, o que aumenta a produtividade em cerca de 30 a 40% no desenvolvimento de cada projeto. Por isto que lhe aconselho sempre a ter seu repositório, mantenha-o atualizado que você sempre terá aquela biblioteca pessoal para utilizar livremente, e com possibilidades de alterações sem muito estresse.

E você, utiliza um framework? Tem seu próprio repositório de funções? Comente abaixo, gostaria de saber sua opinião.

Leia a seguir: Polimorfismo

« Voltar à capa do site 6 4 15

Comentários

TOPO